Notícias

Auxílio de R$600: segunda parcela será repassada de forma DIFERENTE; veja!

Pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial terá modificações. Nesta segunda-feira (18), os brasileiros registrados no Cadastro Único começarão a receber os R$ 600 do coronavoucher. A liberação se estenderá até o dia 29 deste mês e contará com reformulações nas formas de saque. Para otimizar o serviço, a Caixa Econômica informou que nessa rodada do auxílio de R$600, todos deverão receber pelas contas poupanças digitais.

Inicialmente, a população que tinha conta corrente vinculada a outras instituições bancárias, poderia ter a quantia enviada para as mesmas. Nesse caso, ao criar o cadastro no App Auxílio Emergencial, os usuários informaram a numeração de suas agências e contas.

No entanto, no mês de maio o envio ocorrerá de uma nova forma. Todos os beneficiários, exceto os registrados no Bolsa Família, receberão por meio de uma conta poupança digital. A Caixa criará uma conta para cada titular que só poderá utilizar a quantia por meio do app Caixa Tem.

Veja também:

De acordo com a instituição, a ação tem como finalidade reduzir o número de pessoas nas agências físicas. Desse modo, ao ter os R$ 600 depositados, os beneficiários deverão realizar seus pagamentos por meio dos boletos online e as compras poderão ser feitas na função de débito.

Outra mudança foi que, para quem já recebia pela conta digital, não haverá mais a possibilidade de transferência para outros bancos, como na primeira rodada. A função foi desativada também com o intuito de reduzir a quebra do isolamento social para fazer saques.

Além disso, com os recursos transferidos online, o Banco Central consegue garantir maior rotatividade do real.

As novas datas da liberação já foram anunciadas e acontecerá em três grupos: cadastrados do Bolsa Família, CadÚnico e inscritos pelo app/site. Você pode conferir o cronograma para cada um deles acessando essa matéria.

Ao anunciar os informes da segunda rodada, Pedro Guimarães, presidente da Caixa, deu alguns números em estimativas para os próximos dias. De acordo com ele, mais de 2 milhões de brasileiros terão acesso aos valores do auxílio de R$600.

“Iremos pagar cerca de 2,2 milhões de pessoas por dia, mas no sábado o número chegará a 3 milhões, sem o Bolsa Família. No primeiro calendário, chegamos a pagar 7 milhões de pessoas em um dia. Portanto, acreditamos que as filas vão diminuir mesmo nesse dia”, afirmou.  

Fonte: FDR

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo